Pingente abaulado

Chapa vazada com cabochão.

Nessa peça vamos conhecer como são feitos desenhos vazados numa chapa metálica. O trabalho com a serra é uma das tarefas básicas do ourives. Além disso essa chapa será abaulada, para dar um movimento ao desenho. Vamos ver também como é o preparo para a inclusão de uma pedra cabochão na joia, desde a confecção da caixa que recebe a gema até sua cravação.

O trabalho realizado aqui é artesanal. Numa linha de produção industrial é sempre necessário a peça piloto (feita também artesanalmente) para que se originem suas “filhas”.

 

Material

  1. Chapa de prata (corpo do pingente)
  2. Cinta de prata (caixa da pedra e gancho para corrente)
  3. Solda para prata
  4. Pedra cabochão
  5. Limas para metal
  6. Arco de serra e serra para metal
  7. Martelo de silicone
  8. Martelo de aço
  9. Alicates
  10. Broca
  11. Punção Bola
  12. Toco de madeira e goma laca para cravação
  13. Massa de polimento para metais

 

Passo a passo

A-     Após a escolha do desenho da peça ele deve ser transferido para o metal. Podemos usar uma etiqueta adesiva que será facilmente retirada depois de vazarmos o desenho. Observe que no desenho já temos o local onde será colocada a pedra (aqui um cabochão gota de opala).

B-     Usamos uma broca para perfurar o metal, em pontos estratégicos, onde não afete os traços do desenho. Essas aberturas serão usadas para introduzir a serra e vazar o desenho. A broca é fixada ao motor conhecido pelos ourives como “chicote”.

C-     A serra é introduzida na abertura feita pela broca. A partir desse ponto o desenho vai sendo vazado conforme os traços na etiqueta. Precisamos deixar excesso de chapa próximo ao local onde será soldada a caixa da pedra, o ajuste nesse ponto será feito somente após a solda. Depois de serrar os traços do desenho na parte interna do pingente podemos serrar seu contorno.

D-     Depois de serrar o contorno do pingente fazemos o ajuste mais fino com a lima.

E-    Agora vamos preparar a caixa da pedra. Usamos uma cinta com altura um pouco maior do que a da pedra para que possamos fazer ajustes posteriormente. Com o alicate damos a forma à caixa, seguindo o contorno da pedra.

F-     Depois de modelar a caixa precisamos soldá-la na sua emenda.

G-     Todo o acabamento com limas e lixas deve ser feito na caixa da pedra antes de continuarmos.

H-    A caixa é soldada sobre o pingente no ponto desejado. A cada etapa de confecção da peça usamos soldas diferentes, com diferentes pontos de fusão. Uma solda não pode prejudicar a anterior, por isso o ponto de fusão vai sendo abaixado a cada nova solda usada.

I-     Depois de soldar a caixa podemos fazer o desgaste de excesso de chapa ao redor da mesma, com serra e lima.

J-    Usando uma punção em forma de Bola podemos abaular suavemente nosso pingente. Para isso fixamos a punção numa Morsa. Sobre ela vamos apoiar o pingente e curvar suas extremidades, com um martelo de aço. Esse trabalho machuca o metal. O acabamento após o abaulamento deve ser caprichado para tirar todas as marcas do martelo.

Publicação

Artigo originalmente publicado no site InfoJoia

Autor(a): Márcia Pompei

ver perfil e ler outros artigos

Que tal fazer um curso?

Assuntos similares