Ouro Colorido, muito colorido

Para quem ainda não está atento vale a pena ficar “ligado”. O ouro colorido tem sido notícia há algum tempo.

Em terras brasileiras vimos há alguns dias o anúncio dessa tecnologia através da empresa Jackie-O em parceria com a FAPESP – Fundação de Amparo á Pesquisa do Estado de São Paulo (veja: http://www.infojoia.com.br/news_portal/noticia_6122).

A liga tradicional de ouro 750 (antigo 18 quilates) leva ¾ de ouro puro em sua composição (75%), o restante é composto por metais como cobre, prata e paládio entre outros. Nessa nova “paleta de cores” são agregados o cromo, cobalto, ferro e até alumínio.

Em Portugal a união de 10 empresas da indústria de ourivesaria e joalharia portuguesas com a Universidade do Minho (UM) possibilitou a concretização do projeto “Gradouro” de dar cor ao ouro.

Segundo Filipe Samuel Silva, diretor adjunto do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Minho “algumas das cores são obtidas recorrendo a nano-partículas de ouro”.

 

Bibliografia e fontes

www.metronews.com.pt

Que tal fazer um curso?

Assuntos similares