O raio laser “limpando” diamantes

O raio laser tem sido usado para o tratamento de diamantes eliminando inclusões negras ou coloridas em seu interior. Esse procedimento proporciona à gema uma subida na escala de qualidade e consequentemente aumento do seu valor.

Firmas radicadas em Tel-Aviv, Antuérpia e Londres oferecem esse tratamento a custos que variam entre 20 a 30 libras esterlinas inglesas.

O feixe de laser penetra o diamante na direção que ofereça a menor distância à inclusão. Atingida a inclusão a pedra é submetida a um tratamento a vácuo com vapores ácidos.

As perfurações podem ser vistas com relativa facilidade utilizando-se lente com aumento de 10 vezes.

Essas aberturas são preenchidas com uma resina especial incolor.

Esse tratamento é efetuado apenas em pedras de qualidade inferior.

Os gemólogos divergem em opinião quanto à validade do uso desse processo.

Que tal fazer um curso?

Assuntos similares