Ilha Ibo no Arquipélago das Quirimbas, muito além das belezas naturais…

Um arquipélago composto por mais de 30 afloramentos. Localizado na costa norte de Moçambique.

Estas ilhas já foram conhecidas pelo nome de Ilhas do Lázaro. Testemunharam a presença árabe e portuguesa. Hoje é possível identificar influências culturais árabe, africana, Indiana e européia. Atualmente a maior parte das ilhas permanece desabitada.

Mergulhadores se encantam ao encontrar diversas espécies de corais, ervas marinhas, manguezais, costões rochosos, falésias, além da variedade animal com tartarugas marinhas, aves migratórias, golfinho nariz de garrafa, golfinho corcunda, baleias entre outros.

Nem todas as ilhas são acessíveis aos turistas.

 

Ibo Island é especialmente interessante para nós pois ela conta com uma tradição de ourivesaria, o design de suas joias é único.

Ela já foi capital da província de Cabo Delgado. Conta com três fortificações, uma igreja católica muito antiga e edifícios também antigos. Ibo já vivenciou a presença de piratas, o comércio do marfim, intrigas diversas entre árabes e portugueses além do cruel tráfico de escravos.

Chegando a Ibo no século XII os árabes trouxeram, também, seu talento no manuseio do metal, para criar peças de adorno. Eles desapareceram de Ibo há muito tempo mas sua presença ficou registrada nessa “herança” cultural que hoje pode ser apreciada por todos que visitam o local. As antigas técnicas são mantidas até hoje, assim como as antigas ferramentas. Uma atividade passada de pai para filho. Esses trabalhadores são conhecidos como “prateiros” pois o metal básico é a prata.

O “Ibo Island Lodge Silversmiths Project”, Projeto Ourives, é uma iniciativa cujo objetivo é estimular uma distribuição mais equitativa dos benefícios e fornecer matérias-primas de alta qualidade para os ourives.

As condições, e ferramentas, de trabalho são precárias. Se às vezes reclamamos que não temos todas as ferramentas que gostaríamos basta dar uma olhada nas imagens dos prateiros de Ibo e nas joias que eles produzem….

Você que é joalheiro, repare nas imagens, eles ainda utilizam maçarico de sopro, a base para muitas soldas e modelações acontece em cima de um pedaço de madeira. Veja como seguram a fieira para puxar fios, nos pés!

A falta de oportunidades socioeconômicas na Ilha Ibo é preocupante. Essa antiga tradição tem sido uma salvação para muita gente nessa ponto do planeta.

Orgulho dessa profissão!!!

Bibliografia e fontes

Obs.: na minha ansiedade por saber mais dos prateiros de Ibo fui coletando imagens diversas na internet, para compartilhar com vocês. Peço desculpas por não dar os créditos individuais às mesmas, acabei fazendo uma lista dos autores e fontes. Estão todas à disposição online.

Imagens: Ibo Island Lodge – Saatchi Art – Safari Now – Africa Image Library – Africa Geographic – Getty Images – Alamy Images – Kaskazini.com – Roger de la Harpe

Fonte: Iboisland.com

Autor(a): Márcia Pompei

ver perfil e ler outros artigos

Assuntos similares