Flores: é primavera nas joalherias

Mal chega a Primavera e lá estão elas, “perfumando” o mundo das joias.

No atual momento da Moda onde o romantismo é o ponto máximo não podia ser diferente, flores não podem faltar. Elas vêm em metal ou mesmo delicadamente lapidadas nas mais diferentes gemas.

Vamos conhecer, então, um pouco mais sobre seu lado místico.

As flores não estão ligadas apenas a imagens inocentes da primavera, são também vistas com o símbolo do desejo carnal com fortes mesclas de erotismo, principalmente aquelas que apresentam no centro do pistilo formas que lembram símbolos fálicos, alongados, é o caso do Copo de Leite, do Antúrio ou do Hibisco.

Colar de flores - Paula Vieira
Colar de flores – Paula Vieira

A disposição de suas pétalas pode ser associada à forma da estrela; esse fator sozinho já é fonte de muitas crenças.

Talvez sua simbologia mais forte seja a de força vital, alegria de viver, a vitória sobre a morte – visto que põem fim ao Inverno.

Na crença cristã, está associada ao cálice – aberta e para cima, referência à recepção de dádivas divinas, mas também uma lembrança de que a beleza terrena é transitória. Daí o costume de se plantar flores sobre os túmulos.

No Oriente está fortemente associada aos “centros energéticos espirituais”, os chacras.

A Flor de Lótus tem uma simbologia muito forte. Muito difundida na antiga cultura egípcia ela está associada à criação do mundo. Tem suas raízes na lama, no entanto cresce pura.

As cores apresentadas pelas flores também são importantes sob a ótica mística. O branco está ligado à pureza, mas também à morte. Azul, segredo. Amarelo, ouro, riquezas. Vermelho, vitalidade, sangue, paixão.

A flor dourada do Taoísmo representa a mais elevada revelação, costuma adornar o alto da cabeça.

Houve uma época em que pessoas se comunicavam através de flores, não se sabe o motivo correto, mas podemos imaginar muitas possibilidades. Talvez tenha surgido daí o costume de se enviar flores de determinada cor quando se pretende algo, principalmente com relação ao sexo oposto. Cada cor representa um sentimento, segundo a cultura popular, e esse costume perdura até nossos dias. Sendo assim, flores brancas são um pedido de reconciliação; vermelhas expressam paixão extrema; rosas dizem que o amor existe; amarelas podem ser um pedido de desculpas e assim por diante.

A verdade é que não importam os símbolos, os significados, as crenças: flores são sempre belas e fontes positivas, trazem alegria, bem-estar. Associadas ao ouro e pedras preciosas só podem ficar ainda mais bonitas. Não hesite em usá-las, você só tem a ganhar…

Bibliografia e fontes

Dicionário Ilustrado de Símbolos
Hans Biedermann – Editora Melhoramento

Dicionário do Folclore Brasileiro
Luís da Câmara Cascudo – Editora Global

Publicação

Artigo originalmente publicado no site JoiaBr

Autor(a): Márcia Pompei

ver perfil e ler outros artigos

Assuntos similares