A sina trágica de alguns diamantes

O famoso diamante azul Hope, de 44,50 quilates, carrega consigo uma fama tenebrosa e bizarra.

Um dos primeiros donos da pedra, o filho do banqueiro Henry Thomas Hope, perdeu sua fortuna tempos depois de adquiri-lo, precisou vendê-lo para quitar suas dívidas.

Uma dançarina do Folies Bergère morreu assassinada por um amante ciumento depois de adquirir a pedra.

Outra proprietária da gema, a Sra. Edward B. McLean de Washington, era tão fascinada pela pedra que não se afastava dela nem mesmo ao nadar. Contratou um segurança que a acompanhava em todos os lugares para que pudesse usar a peça. Mais tarde seu único filho morreu num acidente, teve sua família dispersada, perdeu sua fortuna e finalmente suicidou-se.

Que tal fazer um curso?

Assuntos similares