A Copa do Mundo era nossa!!!

Quem não se lembra da Copa do Mundo? “Copa Jules Rimet”, aquela que esteve nas mãos da Seleção brasileira de futebol por 3 campeonatos (1958, 1962 e 1970). A dourada deusa Vitória com lindas asas e mãos sobre a cabeça segurando um vaso em formato octogonal.

Bons tempos! Sua aparência é de “taça” mas nasceu como “Coupe de Monde”, nos anos 30. Foi moldada por um artesão da joalheria francesa Cristofle, Abel Lafleur. Seu valor, na época, era de 50 mil francos franceses, algo grandioso! Continha um quilo e oitocentos gramas de ouro puro. Sua base em mármore tinha a altura de trinta centímetros. Posteriormente seu nome foi mudado para “Copa Jules Rimet” como homenagem ao primeiro presidente FIFA.

Estamos conjugando no passado (era, continha, tinha…) não apenas por motivo histórico (antes fosse!). Esse importante troféu mundial foi roubado da sede da CBD em 1983 e derretido “friamente” por elementos que nada sabem de cultura e valor histórico.

Em 1984, após encontrar moldes da peça numa cidade alemã, uma empresa confeccionou uma réplica.

Assuntos similares